O primeiro aplicativo para Marinas no Brasil

menu

As 5 perguntas mais comuns dos clientes de uma marina náutica

Comprar uma embarcação é o sonho de muitas pessoas. O que muitos não sabem é que a decisão ultrapassa a dúvida de qual embarcação comprar ou qual a melhor marca, por exemplo. Ao pensar em ter um barco, lancha, jet-ski ou veleiro, é preciso ter em mente que algumas decisões precisarão ser tomadas, como por exemplo, qual será a marina náutica responsável por guarda-lo. Afinal, existem diferentes opções pelo Litoral brasileiro, que oferecem diferentes tipos de serviços e planos.

Pensando nisso, decidimos trazer a tona as cinco perguntas mais comuns que recebemos de leitores, no momento da contratação da Marina – ou em alguns casos, após a contratação. Afinal, com tantas opções, fica difícil saber o que deve ser oferecido pela Marina e o que é um diferencial. 

É responsabilidade da Marina informar as condições do tempo, maré, locais não sinalizados e etc?

Antes de responder essa pergunta, ressaltamos que ao assinar o contrato com uma Marina é importante se certificar de tudo que ela oferece. Porém, independente se essas informações foram cedidas ou não, é sempre importante lembrar que é primordial que o capitão da embarcação estude a carta náutica do local, verifique a tábua de marés, previsão do tempo e aviso de navegantes.

O socorro, apoio e ajuda náutica são responsabilidade da Marina?

O socorro oferecido pela Marina é um serviço e não deve ser considerado uma obrigação, ainda que  seja obrigatório a todos, por uma questão ética e de cuidado ao próximo, ajudar para salvar vidas humanas que estejam correndo perigo ao mar. Entretanto, qualquer esforço para salvar a embarcação será cobrado (seja de maneira individual, descrita em contrato ou em algum tipo de Seguro para embarcação).

Para utilizar os serviços da Marina é preciso fazer uma contratação mensal ou anual?

Essa questão varia de acordo com o estabelecimento. Algumas atendem apenas os clientes mensalistas, enquanto outras realizam serviços pontuais, como, por exemplo as chamadas “descidas avulsas”. 

Posso contar com a Marina para realizar a manutenção do meu barco?

Não. Essa questão deve ser muito bem alinhada com a Marina contratada, pois é comum que elas se isentem dessa função, e apenas indiquem profissionais ou empresas de confiança para realizar a manutenção necessária. É importante lembrar que essas revisões periódicas devem ser previstas a cada 6 meses ou a cada 50 horas de uso da embarcação.

O momento de preparação para colocar a embarcação no mar é muito demorado e cansativo. Há algo que possa ser feito pela Marina para melhorar esse processo?

O processo de embarque realmente é uma queixa entre os donos de embarcações. Algumas Marinas encontraram nos Travel Lifts a solução, enquanto outras optam por softwares tecnológicos.

Os Travel Lifts são guindastes móveis ecologicamente corretos, que colocam as embarcações na água. Apesar de eficientes, a instalação exige muito planejamento – tanto de estrutura, quanto financeiro – pois cada unidade do produto é feita de acordo com as necessidades da Marina.

Em contrapartida, algumas Marinas estão adotando sistemas tecnológicos, como softwares e aplicativos que otimizam a comunicação com os donos dos barcos e automatizam processos (como o de embarque e abastecimento). Os sistemas podem ser contratados por mensalidades acessíveis e estão sendo muito bem vistos pelos clientes das Marinas.

Sua dúvida não está entre as cinco e você acha que podemos ajudar? Escreva nos comentários. Nossa equipe está aqui para tornar o mercado náutico muito mais simples para todos.

Compartilhar

http://appboats.com/?post_type=post&p=76